jusbrasil.com.br
3 de Abril de 2020
    Adicione tópicos

    Sessão Solene em homenagem ao Movimento da Legalidade

    A líder da Bancada do PSDB, deputada Zilá Breitenbach, usou a tribuna do Memorial da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (26), durante sessão solene em homenagem aos 52 anos do Movimento da Legalidade. Segundo a parlamentar, na década de 1960, os gaúchos se uniram para defender a posse do vice-presidente da República da época, João Goulart. "Não havia um rádio, um meio de comunicação, que não estivesse sintonizado com a voz da Legalidade, comandada pelo governador Leonel Brizola nos porões do Palácio Piratini", afirmou a líder.

    Entre as realizações do governo de Brizola, a deputada destacou os avanços na área da Educação. "Valorizo a luta de Brizola pelo nosso sistema educacional. Só conseguimos fazer uma revolução, com olhos atentos a educação”, disse Zilá.

    A deputada ainda comparou o Movimento da Legalidade com as manifestações sociais ocorridos este ano. De acordo com a tucana, a população vem lutando, sobretudo, por ética na política." Será que entendemos o que eles querem nos dizer? ",questionou Zilá ao lembrar dos protestos de junho.

    Segundo a parlamentar, os problemas que o país enfrenta só podem ser resolvidos por um novo pacto federativo." Novamente devemos buscar a união dos gaúchos para repactuar a federação ", conclui.

    *Com informações de Renata Leite

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)