jusbrasil.com.br
23 de Janeiro de 2019
    Adicione tópicos

    Medalha do Mérito Farroupilha é entregue para Luis Roberto Ponte

    Em cerimônia no Salão Júlio de Castilhos, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Alceu Moreira (PMDB), entregou nesta quarta-feira (3) a Medalha do Mérito Farroupilha ao empresário Luis Roberto Ponte. Distinção máxima outorgada pelo Parlamento gaúcho, a honraria é concedida a personalidades que contribuem para o desenvolvimento econômico, social e cultural do Estado. A homenagem foi proposta pelo deputado Luiz Fernando Záchia (PMDB).

    "Essa Medalha que o Parlamento dedica, por escolha generosa e sábia dos deputados, é uma honraria que preserva valores da história gaúcha. Luiz Ponte é merecedor dessa homenagem, pelo caminho que construiu" , disse Alceu Moreira, durante a solenidade de outorga.

    Proponente da homenagem, o deputado Záchia destacou a trajetória pessoal e profissional do agraciado. "Ponte é uma referência para nós na atividade política. É com alegria pessoal que outorgamos essa Medalha, que representa o sentimento do Rio Grande do Sul, de homens e mulheres que lutaram e lutam para que o Estado tenha um projeto de desenvolvimento econômico e social. Essa Medalha representa a bravura dos farroupilhas. O Parlamento homenageia e reconhece um gaúcho por adoção, que apostou nas potencialidades do Rio Grande", disse.

    Homenageado

    Ao agradecer a homenagem, o agraciado ofereceu a honraria em memória de seus pais e de sua família. Também agradeceu pelo trabalho da equipe que comandou à frente da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, durante o governo de Germano Rigotto.

    Natural de Fortaleza e engenheiro formado pela UFRGS, Luis Roberto Andrade Ponte desempenhou inúmeras atividades no ramos da construção civil. O homenageado é autor da obra "Capitalismo sem Miséria", publicado em 1986.

    No campo político, o homenageado assumiu cargos públicos e eletivos. Foi deputado federal por dois mandatos: entre 1987 a 1991, como constituinte, e no período de 1991/1995, assumindo também como suplente durante a legislatura de 1995 a 1999. De abril a dezembro de 1989, foi designado líder do governo na Câmara de Deputados. Também ocupou o cargo de ministro chefe da Casa Civil da Presidência da República no governo do presidente José Sarney, entre 1989 a 1990. No período de janeiro de 2003 a dezembro de 2006, Ponte foi secretário estadual de Desenvolvimento e Assuntos Internacionais do Rio Grande do Sul.

    Presenças

    Acompanharam a homenagem os deputados Miki Breier (PSB), Zilá Breitenbach (PSDB), Alberto Oliveira (PMDB), Cassiá Carpes (PTB), o chefe da Casa Civil, José Alberto Wenzel, o desembargador Durval Marques, a defensora pública-geral do Estado, Maria de Fátima Záchia Paludo, o secretário estadual da Fazenda, Aod Cunha, entre outras autoridades e convidados.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)