jusbrasil.com.br
22 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    Ex-deputado Carlos Araújo é velado na Assembleia

    O ex-deputado Carlos Araújo morreu no inicio da madrugada deste sábado (12), aos 79 anos, em Porto Alegre, em decorrência de doença pulmonar obstrutiva crônica. O ex-marido da ex-presidente Dilma Rousseff, ativista e advogado trabalhista era natural de São Francisco de Paula. Seu corpo está sendo velado na Assembleia Legislativa.Carlos Franklin Paixão Araújo começou cedo na militância política. Na adolescência, participou da Juventude Comunista e, no final dos anos 60, integrou o comando de uma organização armada contra o regime militar. Naquele período amargou a prisão política, tentando o suicídio para não entregar os companheiros na tortura. Também nessa época ele conheceu a ex-presidente Dilma Rousseff, com que foi casado por mais de 20 anos. Deixa os filhos, Leandro, Paula e Rodrigo.Entre 1983 e 1995 exerceu consecutivamente três mandatos como deputado estadual pelo PDT, partido que ajudou a fundar. Na elaboração da Constituinte Estadual de 1989, atuou como relator adjunto do texto final e como relator da Comissão Temática de Educação, Cultura, Desporto, Ciência, Tecnologia e Turismo.Em sua primeira eleição, em 1982, obteve 30.717 votos. Dentro das atividades desenvolvidas na 46ª Legislatura estão as participações nas comissões de saúde, trabalho e Bem-Estar Social, Comissão de Direitos Humanos, Segurança Social e Defesa do Consumidor, Estudos Municipais, de Defesa do Meio Ambiente e Educação e Cultura. Em 1983 foi designado Relator da Comissão Especial para proceder a análise e apreciação da situação das famílias desalojadas das áreas de suas propriedades, desapropriadas quando da construção da Usina Hidrelétrica do Passo Real. No mesmo ano foi o relator da a Comissão Parlamentar Especial para Política de Emprego e Salário e integrou a comissão especial para Examinar a Questão da Mulher e o Menor no Rio Grande do Sul.ConstituinteCarlos Araújo foi muito atuante na elaboração da Constituição Estadual, finalizada em 1989. Foi designado membro da Comissão de Sistematização e relator da Comissão Temática de Educação, Cultura, Desporto, Ciência, Tecnologia e Turismo. Antes, em 1988, foi eleito vice-presidente da Comissão da Constituinte. O deputado trabalhista defendeu, entre outras iniciativas, a aplicação de 35% da receita resultante de impostos na manutenção e desenvolvimento do ensino público.Por ter participado da Assembleia Constituinte gaúcha, dividiu com seus colegas o prêmio Springer por um Rio Grande Maior. Vinte anos após, em 2009, foi um dos ex-parlamentares que recebeu do Legislativo gaúcho a medalha do Mérito Farroupilha em reconhecimento aos relevantes serviços prestados por todos os deputados constituintes.EntrevistaConfira a entrevista concedida pelo ex-deputado à Agência de Notícias da ALRS em 2009, na passagem dos 20 anos da promulgação da Constituição do Estado.http://www2.al.rs.gov.br/noticias/ExibeNoticia/tabid/5374/IdMateria/232127/language/pt-BR/Default.aspx © Agência de Notícias
    As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)