jusbrasil.com.br
14 de Dezembro de 2017
    Adicione tópicos

    Frentes discutem valorização da qualidade da uva em audiência na Tecnovitis

    A necessidade de valorização da qualidade da uva destinada para a produção de vinhos, sucos e espumantes é uma das demandas apresentadas por agricultores familiares que será discutida em audiência pública realizada pela Frente Parlamentar da Vitivinicultura e Fruticultura da Assembleia Legislativa e pela Frente Parlamentar de Apoio à Vitivinicultura da Câmara Federal. A audiência ocorre na sexta-feira (8), às 14h, durante a Tecnovitis, em Bento Gonçalves.

    Presidente da Frente Parlamentar da Vitivinicultura e Fruticultura da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Elton Weber defende que é preciso se chegar a um consenso sobre a criação de uma política de estímulo aos que investem em qualidade. “Atualmente, o preço mínimo não cobre sequer o custo de produção, isso causa um grande desestimulo para o investimento em melhoria de processos.” A Frente Parlamentar de Apoio à Vitivinicultura da Câmara Federal é presidida pelo deputado Afonso Hamm (PP).

    Preço mínimo abaixo do custo de produção

    Atualmente, o preço mínimo do quilo pago ao produtor é de R$ 0,92, valor abaixo do custo de produção, de R$ 1,013 no ocaso do custo variável, e de R$ 1,30 o custo total. Os dados são da Comissão Interestadual da Uva. Dentre os diversos fatores que influenciam na qualidade da fruta estão, além do grau Brix, o teor de maturação, o sistema de condução do parreira e o manejo.

    O preço mínimo determinado pela Conab para próxima safra deveria ter saído neste mês, mas ainda não foi fixado pelo governo federal. Atualmente, são mais de 500 vinícolas em atividade no Estado.

    © Agência de Notícias
    As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)