jusbrasil.com.br
14 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    Direitos das mulheres e reforma da Previdência foram temas de encontros regionais

    O deputado Edegar Pretto (PT) participou de encontros regionais de mulheres trabalhadoras, nos municípios de Engenho Velho, Vista Alegre, Seberi, Nova Boa Vista e Ronda Alta. As atividades, que reuniram milhares de mulheres, foram realizadas para marcar o 8 de março, Dia Internacional de Luta das Mulheres.

    Nos eventos, o parlamentar falou das ações desenvolvidas pelo Comitê Gaúcho do Movimento Mundial ElesPorElas, da ONU Mulheres Brasil, por igualdade de gênero e fim da violência contra as mulheres. Edegar fez um histórico do trabalho no Rio Grande do Sul, com objetivo engajar homens e meninos para novas relações de gênero sem atitudes e comportamentos machistas. "Recebi a indicação da ONU para integrar o comitê brasileiro ElesPorElas, e depois lançamos o movimento no estado. Isso fortaleceu nosso trabalho, que já é referência no Brasil e para as Nações Unidas”, afirmou o deputado, que é coordenador do Comitê Gaúcho.

    Os encontros iniciaram com recepção das caravanas regionais. As programações foram compostas por painéis, com destaque para temas sobre empoderamento, direitos das mulheres e impacto na vida das trabalhadoras com a possível aprovação da reforma da Previdência. Palestrantes explicaram ao público quais as mudanças que ocorrerão com a aposentadoria, especialmente dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, se a reforma for aprovada na Câmara. Edegar enfatizou que as maiores prejudicadas serão as mulheres, que precisarão trabalhar mais solicitar a aposentadoria." Vamos lutar junto com o povo e impedir que as reformas que retiram os direitos sociais dos brasileiros e brasileiras se concretizem ", garantiu.

    © Agência de Notícias
    As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)