jusbrasil.com.br
20 de Setembro de 2018
    Adicione tópicos

    Assembleia Legislativa recebe centelha da Chama Crioula

    Em cerimônia realizada na manhã desta sexta-feira (14), no Espaço Nico Fagundes, a Assembleia Legislativa recebeu a centelha da Chama Crioula. Representando o presidente do Parlamento gaúcho, o superintendente de Comunicação e Cultura, Inocêncio Telles Moreira Filho, salientou a importância da Semana Farroupilha para os gaúchos e do culto à tradição e à história. Acompanharam o ato o superintendente Legislativo, Carlos Eduardo Chaise, o diretor de Logística, Carlos Cogo, a diretora de Cultura, Neuza Soares, a diretora de Jornalismo, Luana Costa, e a diretora da Escola do Legislativo, Gislaine Monza, além de prendas e peões do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG).

    O presidente do MTG, Nairoli Callegaro, disse que era uma satisfação imensa estar na Casa do Povo trazendo a chama que simboliza e sintetiza, segundo ele, o resgate da identidade e da cultura do povo gaúcho. "É uma grande responsabilidade manter essa tradição para que o Rio Grande do Sul não esqueça sua cultura, seus valores e, principalmente, sua formação", afirmou.

    A Chama Crioula foi acesa no dia 10 de setembro, em Iraí, no norte do estado, em ato que simbolizou a abertura oficial dos festejos farroupilhas, que seguem até 20 de setembro. O ritual é repetido anualmente, desde 1947, quando um grupo de jovens retirou uma centelha da pira da pátria e conduziu do Parque Farroupilha até o Colégio Júlio de Castilhos, em Porto Alegre, iniciando um movimento de resgate e preservação dos usos e costumes gaúchos.

    RoteiroAntes da cerimônia na Assembleia Legislativa, também o Palácio Piratini, sede do governo gaúcho, recebeu uma centelha da Chama Crioula em ato que contou com a presença do governador em exercício, José Paulo Cairoli, de secretários de Estado, do patrono das celebrações farroupilhas neste ano, Renato Borghetti, e de seu pai, o tradicionalista Rodi Borghetti.

    Hoje, o roteiro dos cavalarianos, que conduziram a Chama Crioula por 630 quilômetros, de Iraí a Porto Alegre, inclui ainda o Comando da Brigada Militar, Prefeitura Municipal, Palácio da Polícia, Tribunal Regional Eleitoral e Maçonaria.

    © Agência de Notícias
    As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)