jusbrasil.com.br
14 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    PARLAMENTO 2019 - Mateus Wesp (PSDB)

    O advogado Mateus José de Lima Wesp, natural de Passo Fundo, onde nasceu em 23 de julho de 1988, elegeu-se para a 55ª Legislatura da AL pelo PSDB com 28.173 votos. Iniciou sua trajetória política em 2012, quando concorreu a vereador, pelo PP, ficando de fora da Câmara Municipal por apenas 20 votos. No pleito seguinte, já no PSDB, foi o mais votado da cidade. Na eleição desse ano, recebeu 19.799 votos na sua cidade natal, 1.184 votos em Carazinho e 602 em Erechim. O restante da sua votação foi diluída, principalmente, em municípios da grande Passo Fundo e da região da Produção. Professor universitário, é formado em Direito pela PUC-RS, com especialização, mestrado e doutorado em Direito Público na UFRGS, onde também concluiu, em 2018, pós-doutorado em Filosofia do Direito. Defensor do parlamentarismo, de uma verdadeira e profunda reforma das instituições e do voto distrital, destacou-se na Câmara de Vereadores em razão da sua postura combativa e a favor do bem comum, tendo apresentado propostas como a da retirada da ideologia de gênero do Plano Municipal de Educação e a modernização da legislação referente às Parcerias Público-Privadas no município. Primando pela transparência e pelos bons resultados no serviço público, abriu mão da verba para celular e do reajuste do subsídio de vereador. Seus posicionamentos a favor do bem comum, aliados à necessidade de renovação na política, o credenciaram a concorrer ao cargo de deputado estadual. “O resultado das urnas demonstrou que a comunidade de Passo Fundo e região aprovaram nossa atuação como legislador”. “Ao longo de minha vida sempre me fascinei pelos assuntos políticos, filosóficos e religiosos que afligem o homem e a sociedade em geral. Tenho esperança e fé de que o homem possa, desde que saiba tolerar as divergências, buscar formas mais organizadas de pautar o convívio humano, tornando nossa sociedade mais harmoniosa e justa”, acrescentou. © Agência de Notícias
    As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)