jusbrasil.com.br
17 de Setembro de 2019
    Adicione tópicos

    PARLAMENTO 2019 - Eric Lins (Democratas)

    Eric Lins Grilo foi eleito deputado estadual pelo Democratas com 23.042 votos. Os municípios onde atingiu maior votação foram Uruguaiana (16.515), Itaqui (957) e Porto Alegre (711). Lins nasceu no Rio de Janeiro em 26 de fevereiro de 1979. É bacharel em Direito e procurador do Estado, atuando em Uruguaiana desde 2015. Antes, exerceu sua atividade nos municípios de Rio Grande e Livramento.

    O novo parlamentar filiou-se aos Democratas em 2015 e em 2016 concorreu a uma vaga na Câmara Municipal de Uruguaiana, elegendo-se o vereador mais votado naquele município, com 2.676 votos.

    É de sua autoria o projeto que institui no sistema de ensino municipal as diretrizes do “Programa Escola Sem Partido”, o primeiro projeto de lei apresentado na atual legislatura, protocolado no dia 2 de janeiro de 2017. A matéria objetivou proibir a doutrinação político-partidária e religiosa nas escolas. Atualmente, ele também é presidente municipal do Partido Democratas (DEM) no município.

    Eric Lins explica que se licenciou da carreira, o que lhe é permitido pela Constituição Federal, para ser deputado por acreditar que todos tem o dever de oferecer soluções para os problemas do estado, e não ficar apenas criticando. “A crítica pela crítica não faz bem a ninguém”, sustenta.

    Entre as principais temas que deseja defender na Assembleia, ele destaca três: finanças, educação e eficiência do serviço público. Eric afirma que é a favor do estado mínimo. Ele propõe a elaboração de políticas públicas que, de forma conjunta e sistemática, beneficiem a sociedade por inteiro. “Mas que possam otimizar de forma sinérgica os pontos mais delicados da administração, como segurança, saúde e educação, e atingir grupos sociais vulneráveis, que merecem mais atenção do Estado, em especial as pessoas mais pobres".

    © Agência de Notícias
    As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)